fbpx

O que é e o que compreende a Identidade Visual

Para esclarecer um pouco mais sobre esse termo tão utilizado atualmente, apresentamos algumas informações que irão te ajudar a entender sua magnitude.

Por MARCIA GOMBOS

A identidade visual é uma combinação de elementos como: formas, cores, fontes, etc, que caracterizam uma empresa, seus produtos e serviços. Nela se expressam visualmente seus valores e propósitos.


Para sintetizar a “personalidade” da empresa, esta deve ser desenvolvida através de estudos a respeito de seus conceitos gerais, da área em que atua, do que oferece ao mercado.


Se analisarmos a identidade visual como uma pessoa, podemos dizer que:

  • é o que ela veste,
  • a forma como se comunica,
  • seu estilo, seu comportamento,
  • seu jeito de ser,
  • de posicionar suas idéias e ideais. 


Esse conjunto a define e a torna única, sendo lembrada por suas características. Da mesma forma acontece com uma marca.

“O propósito ou o porquê uma empresa faz o que faz causa identificação, fortalece e engaja pessoas.” (Simon Sinek)

Algumas empresas trabalham sua identidade visual de forma tão focada que se tornaram verdadeiros “conceitos” em sua categoria. Por exemplo: quem compra uma Harley Davidson ou uma Ferrari não tem interesse em se locomover. As pessoas compram o “estilo que vida” que essas duas marcas representam, seu “status” e todas as demais promessas nelas imbutidas.

A Harley possui direitos sobre o ronco do motor, isso mesmo!! Pois suas motocicletas tem um som único, típico de como o motor foi projetado. Nos anos 90 chegaram ao ponto de tentar patenteá-lo, sem sucesso, mas independente disso, ele é o som de uma paixão, uma conexão com seus fãs.

É importante lembrar que não adianta falar à todos, mas sim com quem realmente interessa, quem é um “fã” em potencial, que não só consumirá seus produtos/serviços, mas irá propagar sua filosofia. Afinal, como destacado em nosso site: “A construção da identidade visual é fundamental para definir o correto posicionamento de um negócio. Visa agregar valor econômico, simbólico, credibilidade e, sobretudo, engajamento a marca”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp